Coffee Traders' Forum - A Discussion about Coffee Futures Trading


Coffee Traders Discussion Forum

Coffee Traders' Forum

FC STONE BRASIL - COFFEE

FC STONE BRASIL - Thiago Ferreira 02 /10 / 2017

Caro amigo e amiga segue abaixo o que nominamos como primeiras impressões sobre as condições das lavouras brasileiras até o presente momento. Estas impressões foram obtidas através de rápida viagem sobre as principais áreas cafeeiras do país nas últimas semanas. Entendam, não se trata de dizer que o mercado vai cair ou subir... afinal um importante ponto não será aqui contemplado: o consumo.

Iniciamos nossa viagem pelo Espirito Santo, cobrindo uma área considerável, que foi de São Gabriel da Palha e região até Santa Maria do Jetibá.
Nestas áreas a primeira impressão foi que as lavouras de Conilon estão em ótimo estado, se considerado as intempéries dos últimos anos. A expectativa por parte dos produtores é de forte recuperação na produção. Vale, no entanto, um pouco de atenção quanto ao tamanho do parque cafeeiro que, sem sombra de dúvidas, foi diminuído nos últimos anos (áreas foram abandonadas, estão em renovação ou mesmo migraram para outra cultura).

Nas Matas de Minas, passando rapidamente pelas áreas de Reduto, Martins Soares, Manhumirim, Alto Jequitibá, Caparaó e Espera Feliz.
Nestas áreas pudemos observar que o número de lavouras depauperadas é muito grande. Existe ainda número acima do normal de lavouras que estão sendo podadas neste ciclo. As lavouras que não produziram no ciclo anterior estão em condição melhor, contudo não parecem ser muitas.

No Sul de Minas estivemos nas áreas que circundam a cidade de Varginha/MG entre elas Três Pontas, Paraguaçu, Elói Mendes e Santana da Vargem.
O cenário é praticamente o mesmo das Matas de Minas. Lavouras em estado muito crítico, com desfolha considerável, pontos de murcha irreversíveis (lavouras novas) e principalmente pouco desenvolvimento das ramas. O fator que diferencia um pouco mais as regiões é que no Sul de Minas nota-se uma maior quantidade de lavouras que não produziram no ano de 2017 e que por isto estão em condições muito boas. As pouquíssimas áreas irrigadas também demonstram melhor condição.

Em São Paulo a quantidade de lavouras visitadas foi muito baixa, praticamente irrelevante.
Contudo, no pouco que vimos na região de São Joao da Vista o cenário se manteve. Com estado muito crítico das lavouras.

No Cerrado Mineiro iniciamos nossa visita na região de Patos de Minas, seguindo para Carmo do Paranaíba, Rio Paranaíba, Patrocínio e Monte Carmelo.
Nesta região as áreas de sequeiro apresentam quadro muito crítico. O crescimento vegetativo foi muito baixo e a desfolha muito forte. Algumas lavouras certamente reduziram o potencial produtivo de forma significativa. Nesta região o número de lavouras irrigadas é relevante. Chama a atenção, no entanto, é que muitos reservatórios estão secando ou secos. As lavouras que retiram água de rios em algumas cidades, estão proibidas de fazê-lo (caso de Monte Carmelo). Desta forma a dúvida neste momento é maior pois além da necessidade de chuvas no curto prazo, existe a preocupação com a continuidade das mesmas para o enchimento dos grãos. Algumas lavouras irrigadas já vem recebendo bem menos água que o desejável revelando um cenário preocupante.

A conclusão possível diante da atual situação leva crer que as lavouras descansadas (podadas em 2016 ou pouco produtivas em 2017) mostram potencial produtivo ainda muito bom, com necessidade da sequência das chuvas. Para as lavouras que produziram em 2017 ou que estão em áreas de sequeiro, a situação é de grande preocupação e na maioria dos casos consolidada com o potencial produtivo já afetado fortemente. As chuvas significativas que recebemos a partir da última sexta-feira (29) poderão auxiliar as melhores áreas ou áreas em situação regular, no entanto, para as lavouras em pior estado, estas deverão concentrar recuperação nas árvores e não do potencial produtivo do cafeeiro.
A super safra de 2017, hoje, diante da primeira impressão, é mais uma super decepção concebida pelo clima.

Messages In This Thread

FC STONE BRASIL - COFFEE
Re: FC STONE BRASIL - COFFEE
Re: FC STONE BRASIL - COFFEE
Re: FC STONE BRASIL - COFFEE